NOTÍCIAS

31/10/2018

AVIÃO MAIS CARO DO MUNDO SOFRE PANE E POUSA EM EMERGÊNCIA

Guia - Hotéis - Convenções

O mais caro avião do mundo realizou um pouso de emergência durante uma missão de rotina nos Estados Unidos. O bombardeiro stealth B-2 Spirit, que custa mais de US$ 2 bilhões a unidade, foi obrigado a realizar um pouso não programado em Colorado Springs, no estado central do Colorado. O avião retornava à Base Aérea de Whiteman, no Missouri, quando apresentou um problema não divulgado pela força aérea norte-americana. Segundo as autoridades, o pouso foi normal e os pilotos nada sofreram. Embora falhas em aeronaves militares seja corriqueiro, pelo uso intensivo, a força aérea dos Estados Unidos (USAF) tem enfrentado uma série de pousos de emergência nos últimos meses.

 

RELATOS DE VÁRIOS INCIDENTES

Em junho nada menos de três incidentes foram relatados, com um KC-135 Stratotanker, um KC-10 Extender e um tiltrotor CV-22 Osprey. Outro incidente que despertou atenção dos militares foi uma falha no trem de pouso de um F-22 Raptor, o principal caça dos Estados Unidos, na base aérea de Elmendorf-Richardson, no Alasca. Em maio, um B-1 Lancer realizou um pouso em emergência no aeroporto de Midland International, no Texas, após o início de um incêndio em pleno voo. A ocorrência de fogo a bordo é considerada um dos eventos mais perigosos e potencialmente catastróficos na aviação. A tripulação tentou ejetar, porém o mau funcionamento nos assentos obrigou o comandante da aeronave a optar pelo pouso em emergência. Críticos afirmam que os constantes cortes orçamentários e o gasto desmedido em áreas secundárias têm levado as forças armadas dos Estados Unidos a experimentar um inédito corte nos gastos com manutenção.