NOTÍCIAS

09/04/2019

BOEING REDUZ PRODUÇÃO DO 737 MAX ATÉ CORRIGIR SOFTWARE

Guia - Hotéis - Convenções

A Boeing anunciou uma medida temporária que reduzirá de 52 para 42 o número de modelos 737 Max produzidos por mês ainda em abril. A fabricante anunciou, ainda, que essa medida só será suspensa após a mesma resolver os problemas de software e conseguir nova certificação. O modelo se envolveu em dois acidentes fatais em menos de cinco meses.

 

“Quando o Max voltar aos céus, prometemos aos nossos clientes de companhias aéreas e aos seus passageiros e tripulações que será tão seguro quanto qualquer avião. Nossa abordagem disciplinada e contínua é a decisão certa para nossos funcionários, clientes, parceiros fornecedores e outras partes interessadas, enquanto trabalhamos com reguladores globais e clientes para que a frota do 737 Max atenda e cumpra nossos compromissos", afirma o CEO da Boeing, Dennis Muilenburg, em comunicado.