NOTÍCIAS

05/06/2019

NO MÊS DO ORGULHO GAY É CONFIRMADO O CRESCIMENTO DE DEMANDA PARA 2018

Guia - Hotéis - Convenções

Segundo dados do Grupo Expedia mostram que a demanda por viagens vem crescendo ano a ano. Na cidade de São Paulo, a Parada LGBTQIA existe há 23 anos e é uma das maiores do mundo, atraindo milhões de participantes, inclusive estrangeiros, e movimentando a economia local. Segundo dados do Observatório do Turismo, o gasto médio do turista cresceu 20% entre 2012 e 2016, passando de R$ 1.272,00 para R$ 1.502,91. Em 2017, a Parada movimentou R$ 400 milhões, sendo comparada apenas ao Grande Prêmio de Fórmula 1 em magnitude e representatividade para a economia da cidade. Cerca de 17,9 milhões de brasileiros se declaram homossexuais segundo estimativa da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais. Entre os países que mais enviaram turistas para a Parada do Orgulho LGBTQIA de São Paulo estão os Estados Unidos, Reino Unido, México, Espanha, França, Japão, Coréia do Sul, Argentina e Canadá.

 

Segundo levantamento do Grupo Expedia, plataforma global de viagens, a demanda de viajantes internacionais para São Paulo aumentou 3% na comparação entre os meses de junho de 2017 e junho de 2018. A procura por pacotes, que incluem hotel e passagem aérea, também registrou aumento de 3% no mesmo período comparado, com estadia média de dois dias no destino e média de 15 dias de antecedência na reserva. Os hotéis mais procurados foram os de 4 e 3 estrelas, respondendo, em ambos os períodos, na média, por 23% e 60% da ocupação, respectivamente. Uma em cada 3 reservas foi feita via smartphone – os aplicativos do Grupo Expedia contavam com mais de 300 milhões de downloads em 31 de dezembro de 2018.