A EASA AFIRMA QUE O B737 MAX ESTÁ SEGURO PARA VOAR NOVAMENTE

19/10/2020

  A Agência de Segurança da Aviação da União Europeia (EASA) afirmou que o B737 MAX estará pronto para voar novamente ainda neste ano, após as mudanças necessárias serem realizadas. De acordo com a Bloomberg, o diretor executivo do principal regulador de aviação da Europa, Patrick Ky, disse que os voos de teste conduzidos em setembro satisfizeram os reguladores quanto à segurança da aeronave. Para tanto, está agora realizando revisões finais dos documentos e desenvolverá uma diretriz de aeronavegabilidade programada para ser emitida em novembro, conforme planejado. A EASA, por sua vez, ainda exigirá que o fabricante faça uma atualização de software adicional para uma camada extra de redundância, o que pode levar mais de dois anos.

 

  Além disso, ainda há reparos de aviões e treinamento de pilotos que precisam ser concluídos, o que provavelmente fará com que a aeronave só volte ao serviço mesmo no ano que vem, independente da nova certificação. “Continuamos trabalhando em estreita colaboração com os reguladores globais no rigoroso processo para recertificar o 737 MAX e retornar o avião com segurança ao serviço comercial”, disse a Boeing em um comunicado. No Brasil, a volta das operações deste tipo de modelo ainda passará por validação final da Anac.