EMBRATUR VOLTA A PROMOVER O BRASIL NO EXTERIOR EM JULHO

16/04/2021

  O presidente da Embratur, Carlos Brito, confirmou que a agência retomará em julho a atividade de promoção internacional, paralisada desde o ano passado. O mês marca o fim do período de seis meses após o fim do estado de calamidade (encerrado em dezembro) no qual a agência deveria obrigatoriamente atuar na promoção dentro do mercado doméstico, em parceria com Estados e Municípios. A regra foi determinada pela lei que transformou a Embratur em agência de promoção, sancionada em maio do ano passado (14.002/2020).

 

  “A partir de julho voltaremos a exercer a nossa atividade fim, que é de fazer a promoção do Brasil no exterior. Queremos fortalecer cada destino com ações promocionais que a Embratur vai desenvolver, com apoio do Ministério do Turismo. Queremos fazer com que o Brasil passe dos 6 milhões de turistas estrangeiros que recebe anualmente, fortalecendo cada vez mais a vinda de turistas estrangeiros e, também, a circulação de brasileiros que aprenderam a conhecer os destinos incríveis do nosso país”, afirmou Brito na live promovida pelo senador Roberto Rocha (PSDB-MA) na última terça-feira (13). O encontro também contou com a participação do Ministro do Turismo - Gilson Machado Neto.

 

  Para esta retomada a Embratur deve contar com um montante aproximadamente R$ 270 milhões. O valor faz parte dos R$ 310 milhões oriundos do Sistema S, que integraram o orçamento da agência entre a publicação da Medida Provisória 907, que transformou a Embratur e agência, em novembro, e a sua transformação em lei, em maio. O texto aprovado pelo Congresso retirou o percentual de recursos do Sistema S do orçamento da agência. Do total, R$ 40 milhões foram destinados à ações no mercado nacional.

← Voltar