FÉRIAS DE VERÃO: HOTÉIS DO NORDESTE CRIAM ESTRATÉGIAS ANTI-COVID COM TODOS OS PROTOCOLOS

15/01/2021

  A virada do ano e as férias de verão levaram muitos brasileiros a buscar alternativas de viagem dentro do Brasil diante das restrições impostas pela pandemia da COVID-19. Sabendo da alta demanda, o setor hoteleiro adotou todas as medidas possíveis para tornar a estada de seus hóspedes uma experiência inesquecível não somente no atendimento ou nos serviços, mas também na adoção de protocolos contra o vírus.

 

  E dentro destas opções está o charmoso Capim Santo, de Trancoso. O hotel fechou uma parceria com a indústria têxtil Delfim, para fornecer o Delfim Protect - tecido antiviral com capacidade de inativar o Sars-Cov-2 em até um minuto - para ser utilizado para várias funcionalidades. A aplicação do tecido antiviral para espaços que precisam se preparar para receber o público tem uma infinidade de possibilidades, que envolvem desde o uniforme dos funcionários, forros de cadeiras, toalhas de mesa, até roupa de cama para os quartos.

 

  Além disso, marca presença em outros mercados, da moda ao segmento hospitalar. Com o tecido foram confeccionados uniformes para a equipe da limpeza, aventais para garçons, almofadas para as áreas comuns, além de uma delicada linha de pareôs - com estampas baseadas na arte em aquarela de Marina Salles - para os hóspedes utilizarem na piscina e demais ambientes.

 

  Os mimos, produzidos pela Eliseu Confecções, além de serem barreiras de proteção eficientes contra o vírus, também são peças cheias de personalidade e retratam a atmosfera de Trancoso. Para quem quiser levar um para casa, o produto estará disponível na lojinha de souvenires do hotel. "Nós vamos oferecer dias tranquilos com a adoção de todos os protocolos necessários para que nossos hóspedes se divirtam em segurança”.

 

  “E acrescentar esses cuidados, por meio dos itens que trazem o Delfim Protect, com certeza vai ampliar essa barreira contra o vírus, deixando todos protegidos, incluindo nossos colaboradores”, diz Marcel Leite, Diretor Executivo do hotel Capim Santo.

 

  Segundo, Mauro Deutsch, presidente da Delfim, ações como essa mostram a preocupação do setor hoteleiro com a questão da segurança. “As pessoas querem viajar este ano porque estão cansadas de ficar em casa. Por outro lado, o receio em relação à pandemia causa preocupação quanto à segurança. O setor hoteleiro está atento a essa movimentação e se preparando para receber seus hóspedes com todo o cuidado”.

 

FOCO NA SUSTENTABILIDADE DA CADEIA PRODUTIVA

 

  A aplicação do tecido antiviral para espaços que precisam se preparar para receber o público tem uma infinidade de possibilidades, que envolvem desde o uniforme dos funcionários, forros de cadeiras, toalhas de mesa, até roupa de cama para os quartos. Além disso, marca presença em outros mercados, da moda ao segmento hospitalar.

← Voltar