LÉO MACHADO UM CHEF DE COZINHA NOTÁVEL

06/10/2021

  Um dos notáveis da gastronomia do atual cenário nacional vem se destacando com extrema primazia. Trata-se do Chef Léo Machado. Com apenas 37 anos, natural do Rio de Janeiro, iniciou sua trajetória em uma pequena padaria do subúrbio carioca, aonde despertou a paixão pela gastronomia, especificadamente pela paniicação e confeitaria. Ficou nessa atividade durante 6 anos, mergulhando em cursos para se aprofundar melhor nessa área. Fazendo curso de cozinheiro à noite, e trabalhando simultaneamente como auxiliar de cozinha em vários eventos, buffets, restaurante e hospital, sempre apreendendo um pouco em cada lugar.

 

  Em 2015 passou no processo seletivo para Auxiliar de Cozinha do primeiro Grand Mercure no Rio de Janeiro. A nova atividade lhe permitiu ter uma grande experiência em um hotel 5 estrelas o que segundo ele, fez toda a diferença, pois, passou a lidar com a questão de divisão de praças, banquetes, casamentos, eventos corporativos, que lhe oportunizou um considerável crescimento profissional. Neste período fez a faculdade de Administração de Empresas visando um melhor entendimento de gestão de pessoas e processos.

 

  Permaneceu no hotel no período de 5 anos, aonde atuou em todos os turnos e setores, com Chefs e gerências diferentes, o que lhe acrescentou uma imensa bagagem no setor.No hotel obteve 4 promoções e alcançou o cargo de Chef de Partie, com um sonho de chegar a ser Chef de Cozinha, infelizmente, interrompido com o fechamento do hotel por causa da pandemia. Ficou desempregado como milhares de pessoas do setor hoteleiro, no auge da pandemia, com quase todos os hotéis fechados, sem saber quando tudo isso iria passar.

 

  Mas, seu honroso trabalho foi reconhecido ao receber um convite inesperado de um gestor para ser Chef Executivo de uma rede de hotéis franqueados da Accor. Obviamente, ficou lisonjeado e ao mesmo tempo um um pouco assustado,com tanta responsabilidade que teria pela frente.Eram 6 hotéis com grande movimento de lazer e principalmente offshor, sendo o que segurou muitos hotéis durante essa pandemia.

 

  Segundo, Léo "me dediquei profundamente para organizar os processos e o operacional, mas graças a Deus consegui fazer uma boa gestão, montando estratégias, contratando equipes, elaborando cardápios e ajustando os custos de cada hotel. Foi uma experiência valiosíssima, que vou levar para o resto da vida. Aprendi muito com cada gerente das unidades que tive o prazer em chefiar!”

 

  E a partir de agosto recebeu o convite para a reabertura do Grand Mercure Copacabana , aonde está mostrando toda a maestria adquirida com muito esforço. Pudemos provar algumas iguarias durante um almoço e, com certeza assegurar foram de um paladar inesquecível. Vamos repetir a dose, quando estivermos no Rio. Vale Conferir !

← Voltar